Lideranças reivindicam apoio para destravar outorgas e licenciamentos ambientais

Nesta semana de 18 a 22 de julho reuniões foram realizadas em Curitiba para discutir outorgas e licenciamentos para produção no Oeste do Estado. Representantes dos sidicatos rurais de Palotina e de Marechal Cândido Rondon, juntamente com técnicos da C.Vale e Copacol, se reuniram com o Instituto Água e Terra do Paraná (IAT), Secretaria de Estado da Agricultura e também do Meio Ambiente. Também acompanharam representantes do Sistema FAEP e Secretaria Nacional de Pesca e Aquicultura, além dos deputados estaduais Márcio Nunes e Elio Rusch.

O vice-presidente do Sindicato Rural, Edmilson Zabott, informou que foram reuniões importantes para apresentar às autoridades a problemática que se tornou a emissão de outorgas e licenciamentos ambientais para produtores de peixe da região. Segundo ele muitos produtores não estão conseguindo obter os documentos e estão apreensivos, pois temem ter que parar de produzir. “Alguns produtores estão com as licenças vencidas e estão encontrando dificuldade para renovação. Nosso intuito foi reivindicar agilidade dos órgãos e também para que haja redução nas taxas cobradas”, informou Edmilson.

Ele justificou que a cadeia produtiva de peixe enfrenta a maior dificuldade. O setor garante a geração de renda e empregos. Ele citou que somente na região de Toledo, formada por 20 municípios, concentra 55% de todo o peixe produzido no Paraná e que as principais plantas frigorificas, da C.Vale e Copacol, geram mais de 2 mil empregos. “Precisamos achar uma solução urgente para o problema, pois sem as outorgas e licenciamento os produtores não conseguem acessar financiamentos para suas atividades”, disse.

Em resposta às lideranças, o Instituto Água e Terra do Paraná informou que houve uma redução em 50% nas taxas de licenciamento para áreas de médio e grande portes.

As lideranças tiveram encontro com o secretário de Agricultura, Norberto Ortigara; presidente do IAT, José Volnei Bisognin; presidente do Sistema Faep, Ágide Meneguette e o secretário Nacional de Pesca e Aquicultura, Jairo Gund. Representando a C.Vale esteve presente Guilherme Daniel. A Copacol esteve representada por Celso Brasil.

LEIA MAIS

DESTAQUES