Atuação conjunta das polícias resulta em aumento na apreensão de drogas no primeiro semestre

O trabalho integrado das polícias no combate ao tráfico de drogas no Estado resultou em um aumento de 13,5% na quantidade de drogas apreendidas (maconha, cocaína e crack) no primeiro semestre de 2021, se comparado ao mesmo período de 2020. 

De acordo com o balanço da Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a junho deste ano foram apreendidas 134 toneladas dessas drogas, além de 20,3 mil comprimidos de ecstasy e 13,1 mil pontos de LSD (sintéticas). Em 2020, no mesmo período, foram 118 toneladas.

O relatório aponta a quantidade de drogas apreendidas em cada um dos 399 municípios do Estado. A maconha, como em outros semestres, foi a mais interceptada. Ao todo foram 131 toneladas, 13,6% a mais do que o mesmo período do ano anterior (115,4 toneladas).

Algumas cidades da região Oeste do Paraná tiveram aumento expressivo nas apreensões de maconha. O município de Toledo teve a maior, com mais de 17,1 toneladas. Em Foz do Iguaçu, as forças policiais retiram de circulação 13,7 toneladas, e em Cascavel, 8,8 toneladas.

LEIA MAIS

DESTAQUES