Covid-19: Palotina recebe insumos para preparar campanha de vacinação

As primeiras doses da vacina contra a Covid-19 foram enviadas pelo Ministério da Saúde aos estados. No Paraná, a primeira remessa tem 265,6 mil doses da vacina CoronaVac, segundo o ministério. Com a confirmação do lote, o governo estadual definiu a divisão das primeiras doses que serão aplicadas pelas 22 regionais de saúde do estado.

O Secretário Municipal de Saúde de Palotina, o enfermeiro Silvio Luiz, esteve na tarde desta segunda-feira (18/1), na Regional de Saúde na cidade de Toledo para buscar os insumos necessários para preparar a campanha de vacinação contra o Covid-19 na cidade de Palotina. Segundo o secretário, as primeiras doses da vacina serão aplicadas nos profissionais de saúde que estão na linha de frente ao combate do novo coronavírus.

Na sequência, segundo ele, a Secretaria de Saúde vai seguir o protocolo de vacinação elaborado pela Secretaria de Estado de Saúde do Paraná em parceria com o Ministério da Saúde. “Estamos felizes, esperançosos e muito ansiosos para iniciarmos logo a vacinação”, revela Silvio Luiz.

PLANO DE VACINAÇÃO – Na primeira fase da vacinação, o Ministério da Saúde prevê que sejam vacinadas no Paraná: 102.959 trabalhadores de saúde; 12.224 pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência; 10.816 indígenas; 482 pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência. O governo do Paraná informou também que os seguintes grupos serão vacinados até o fim do 1º semestre de 2021:

PRIMEIRA FASE – Trabalhadores da saúde; Idosos a partir dos 75 anos de idade; Pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, como asilos e instituições psiquiátricas e População indígena.

SEGUNDA FASE – Pessoas de 60 a 74 anos.

TERCEIRA FASE – Pessoas com comorbidades, que possuem doenças renais crônicas, cardiovasculares, entre outras.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES