Pacote de socorro a empresas inclui adiamento do ICMS no Paraná

O governo do Paraná vai publicar um decreto adiando por três meses o pagamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) devido por empresas do estado que fazem parte do Simples Nacional. A medida é parte de um pacote econômico lançado nesta terça-feira (6), pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), para tentar auxiliar as micro e pequenas empresas que tiveram o faturamento afetado pelas medidas de restrição adotadas para conter a segunda onda de coronavírus no estado.

“Estamos abrindo mão de receita no estado porque não é justo cobrar imposto de quem, por um período, não conseguiu manter sua receita no momento de restrições”, justificou o governador. Segundo o governo do estado, as parcelas do IMCS devidas em março, abril e maio de 2021 poderão ser quitadas em junho, julho e agosto. O adiamento pode ser feito por até 226 mil pequenas empresas ativas no Paraná.

Também como parte do pacote de medidas anunciadas, o estado vai permitir o parcelamento do ICMS devido a título de substituição tributária para fatos geradores ocorridos até abril de 2021. O parcelamento poderá ser feito em até seis vezes e, segundo o estado, a medida vale para empresas inscritas ou não em dívida ativa. O benefício pode ser requerido até o dia 30 de junho.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES