Paraná Turismo implementa ações para superar impactos da pandemia

O turismo foi um dos primeiros setores a sentir o forte impacto econômico da pandemia da Covid-19. Os indicadores que deveriam ser positivos para o setor, seguindo a tendência de 2019, tiveram queda significativa por conta das medidas de isolamento necessárias para conter a doença, incluindo a suspensão de serviços não essenciais.

Até outubro de 2019, o Paraná apresentava o segundo o maior crescimento turístico do Brasil (5,4%), superando, inclusive, a média nacional (1,5%). No período, o Estado também teve um aumento de 23% de empresas que aderiram ao cadastro de prestadores de serviços turísticos (Cadastur), o que representa mais 1.183 registradas. O Estado também marcou presença em pelo menos 30 eventos do setor.

RETOMADA – O projeto de retomada do Turismo no Estado envolve também o apoio para o cadastramento junto ao Selo do Turismo Responsável; a elaboração conjunta dos Manuais de Conduta Segura para enfrentamento da Covid 19; a estruturação das campanhas de promoção e divulgação do turismo nos 12 polos emissores mapeados com base nas regiões turísticas do Estado.

Para a temporada de verão, os servidores da autarquia passaram por capacitações para atender os veranistas e moradores em sete pontos de apoio, com informações sobre o turismo do Estado, além de segurança e prevenção à Covid-19 nas praias do Litoral, parques estaduais e na Ilha do Mel. Ao todo, 63 estudantes de Turismo e Hotelaria incorporam o quadro de profissionais para esse atendimento. A secretaria encerrou a seleção dos interessados neste mês.

Uma pesquisa realizada pela Paraná Turismo, em parceria com o Conselho Paranaense de Turismo, aponta que, apesar do período de pandemia, 72% dos pesquisados pretendem viajar até março de 2021, sendo que 94% deles desejam fazer viagens pessoais.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

DESTAQUES