Média de mortes em pacientes intubados com Covid-19 aumenta no Paraná, diz estudo

A média no número de pacientes intubados com Covid-19 que acabam morrendo aumentou no Paraná, considerando o pico da pandemia em 2020, com março, considerado mês mais letal de 2021.

De acordo com um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no mês de julho do ano passado, a proporção de pacientes intubados que morreram era de 72%. Em março deste ano, a média passou para 75%.

Conforme o levantamento, o estado segue a tendência nacional, que também apresentou piora no índice. No ano passado, de cada 10 pessoas que receberam ventilação mecânica, oito acabaram morrendo no país: média de 80%.

A pesquisa da Fiocruz foi feita com base em dados do Ministério da Saúde e analisou 417 mil internações no Brasil, entre fevereiro e dezembro de 2020.

Segundo o coordenador do estudo, Fernando Bozza, os números altos estão relacionados com as estruturas precárias de hospitais em diversas regiões do país, que puxaram para cima o índice, e também com o colapso em algumas capitais.

LEIA MAIS

DESTAQUES